Experiência Jesus

Jesus e Eu... Ele Me Torna Cada Dia Melhor

09:19Maicon Custódio




Kaline Santos

Antes de começar a falar sobre o Jesus que conheci, acho bom esclarecer que não cresci na igreja. Até por volta dos oito anos de idade, não me lembro de ter frequentado uma, logo, o único conhecimento que tinha de Deus era o que ouvia dos meus pais em casa.

A partir daquela idade, comecei a frenquentar a igreja romana e, após algum tempo, por volta dos doze anos de idade, afastei-me por não concordar com algumas práticas institucionais.

Fiquei sem qualquer vínculo religioso até os dezessete anos. Nesse meio tempo, lia a Bíblia por conta própria e acreditava ser capaz de compreender Deus e suas ordenanças a meu modo (quanta besteira!).

Pois bem, quando saí de casa e vim para um lugar quente chamado Governador Valadares estudar, realmente, conheci a Jesus. Acredito que ele se apresenta a cada pessoa de forma específica, o que me deixa ainda mais maravilhada.

No meu caso, Jesus apresentou-se como alguém que, apesar de toda a sua majestade, se importa comigo, a ponto de ter morrido em meu lugar, mesmo eu não merecendo e que, ainda hoje, cuida de todos os aspectos da minha vida.
Fui cativada pelo Cristo amoroso que, aceitou se fazer carne e morrer no meu lugar, o Cordeiro de Deus. Mas, aprendi depois que ele é também o Justo Juiz e Rei dos Reis.

Esse Jesus multifacetado através da manifestação do amor divino, mudou completamente a minha maneira de ver as coisas mínimas (tá bom, eu sei que é clichê) e, dia após dia tem me transformado em alguém “melhor”, que se preocupa com o outro, que aprendeu a valorizar pessoas e, até me tornei uma filha melhor.

Essa é uma coisa interessante no relacionamento com Cristo: Você é mudado sem sequer perceber! Ele mesmo vai nos quebrando e moldando, algumas vezes, aos poucos, sutilmente, mas se você persiste no relacionamento, a transformação um dia será completa.

No meu caso, uma mudança que me marcou foi a melhora na minha relação familiar: aprendi a tratar os meus pais com amor e carinho por entender que era uma maneira de glorificar a Deus (não apenas com o respeito socialmente imposto) e ganhei de presente uma convivência muito maior.

É claro que Cristo realizou muitas mudanças e ainda tem muito a melhorar em mim, mas a cada dia é maravilhoso lembrar que, exclusivamente pela Graça, fui salva; pelo Amor sou sustentada diariamente e, pela Misericórdia não fui fulminada pela Justiça!

Para finalizar, trechinho de uma música que gosto muito – Casa do Palavrantiga:

 “Deus preferiu essa carne, não quis os templos que eu posso construir com minhas mãos. Me fez casa, eu sou morada, lugar de Deus (...) Estou em obras, essa morada um dia será perfeição!

A Kaline é a moça sorridente de Valadares. Fala um pouquinho. Esbanja disposição e  energia. Faz da vida um culto e do culto uma vida. Não tem blog, mas deveria, pois nos presenteia com mais um belo texto da série dos leitores: Jesus e Eu.

Deliciem-se com esta série e aguardem os próximos textos.

Nele,

Maicon.

Você Poderá Gostar de:

6 comentários

  1. Se as coisas continuarem neste ritmo vou acabar perdendo o meu posto de dono/articulista do blog, hehehe

    Texto lindo! Adorei a forma como você é direta no que diz e a sua consciência da dependência do Mestre...

    Lindo, lindo, lindo!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigadinha, Maicon!
    Não se preocupe, os seus textos são muito melhores que os meus!

    ResponderExcluir
  3. Hehehe, a única diferença é que escrevo há mais tempo que você e às vezes acabo sendo mais técnico, mas seu trabalho foi ímpar...

    Sempre tiver algo pode mandar que eu publico!

    ResponderExcluir
  4. Que testemunho mais doce, Kaline!
    É mesmo muito bom ver as coisas mudando à nossa volta, seja por ação divina direta, seja simplesmente porque Ele mudou o nosso olhar e nossos valores, e não nossas circunstâncias.
    E olha, não achei clichê nada do que li ali em cima! ;)
    Bjão!

    ResponderExcluir
  5. Que da hora o jeito como o Senhor nos muda, nos transforma... muito bom esse texto tb! legal a parte que diz que uma mudança que marcou foi o aprender como tratar os pais, tb passei por isso, me identifiquei! zika (benção) demaiis!

    ResponderExcluir
  6. Que belíssimo testemunho! Que Deus continue nos mudando! Sem para, sem diminuir o rítmo! Devemos quere ser como Ele é!
    Nossa, esse texto me deixou mais crente! hehehe
    Abraços
    ps: Tá lindo o blog, mas tá igualzim o do webevangelista! :)

    ResponderExcluir

Comente. Debata. Discorde. Elogie. Concorde.
Desfrute deste espaço que é seu, amado leitor.
Apenas me conservarei no direito de não responder ANÔNIMOS e conseqüentemente deletar seus comentários.

Na paz do Eterno.

Pr. Maicon

Instagram

Siga!

Formulário de contato