Aborto Evangelho

Uma Coisa Ainda Te Falta

00:16Maicon Custódio


O mundo foi surpreendido nesses dias com um calhamaço de mais de 200 páginas que foi redigido pelo líder máximo do catolicismo romano, o Papa Francisco. No "Evangelii Gaudium" o argentino propôs mudanças significativas nas práticas religiosas. Suas críticas abordaram assuntos como:
  • A necessidade emergencial de evangelização por parte da ICAR;
  • A inclusão das mulheres nas decisões importantes;
  • Uma revisão nas homilias que são tratados moralistas e de pouco teor prático;
  • Abordagens mais contemporâneas para alcançar mais conversões;
  • Reafirmação de posição contrária ao aborto;
  • Críticas ao capitalismo selvagem e opressor;
  • A crise de disputas e contendas internas dentro da denominação.
São, de fato, mudanças muito consideráveis em se tratando de uma religião que, à excessão da Renovação Carismática, vinha caindo no erro de não ser imanente, pelo contrário, cada vez mais distante das "pessoas comuns", cheio de discursos com uma gama de termos em latim que não fazem sentido para ninguém. É uma mudança radical o fato de um apelo evangelístico, pois, a religião de Roma vinha se destacando mais pela preocupação social do que pelo alcance evangelístico.

Você pode agora estar perguntando: "Por que um pastor protestante está comentando este assunto?". Minha resposta apela ao título deste post. Noto que Francisco deseja mudar a forma, mas a essência continua sendo a mesma. Deseja ser mais atraente, deseja fervor evangelístico, deseja justiça social, mas tudo isso tem apenas a ver com a forma. Francisco é corajoso até ao ponto de falar da roupa que se veste, mas ainda não foi tão fundo a ponto de confrontar o corpo sujo sob a roupa de grife. Trocando em miúdos, o Papa propõe um novo jeito para propagar a mesma velha história de sempre.

As propostas são revolucionárias? Sim. Mas não contemplam a raiz do problema. Por isso entitulei o artigo como "Uma Coisa Ainda Te Falta", pois de nada adianta todas essas mudanças se a ICAR não se render a Cristo e às Escrituras. Enquanto diluírem o Evangelho de Jesus Cristo no meio de milhares de santos e beatos, a raiz do problema continuará lá. Não adianta mudar toda a liturgia e reformar todas as bases da ortodoxia, se Cristo não for a pedra ao invés de Pedro. Não adianta revolucionar os modos de evangelização se o evangelho não é o da Escritura, mas o da tradição.

Enfim, tudo isto não passa de um placebo, no máximo um paliativo, pois o drama maior do catolicismo não é litúrgico, social ou político, mas fundamental. A crise está nos fundamentos da teologia e prática, um cristianismo que secundariza Cristo é qualquer coisa, menos cristianismo. Que Deus abra os olhos de nossos amigos romanos afim de que se rendam aos pés da cruz e não aos pés da Virgem, de Pedro ou de Francisco.

Um abraço forte e demorado,

Pr. Maicon

Você Poderá Gostar de:

6 comentários

  1. Helton Helio F. da Cunha28 de novembro de 2013 09:45

    Oportuno o seu comentário. Como toda ação leva a uma reação, precisamos de desafios novos para redução dos evangélicos NÃO praticantes no meio evangélico. Mais ação e mais oração. Que o Deus Eterno nos ajude.

    ResponderExcluir
  2. Helton, esta é uma verdade das mais duras e puras. Tem sido alvo de minhas orações o fechamento definitivo de algumas denominações evangélicas apóstatas, pois são vergonha à causa, mas minha maior preocupação é com o ócio e letargia dentro das igrejas históricas, muita fala e pouca ação.

    Obrigado pelo comentário.

    ResponderExcluir
  3. Diego, escrevi na época da escolha dele acerca do acerto em escolhê-lo e na possibilidade de uma "reforma católica". Me conhecendo como você conhece, você sabe que não preciso de deixas pra emitir minhas opiniões, entretanto, esta opinião é válida e necessária, pois, aquela que é considerada a maior denominação cristã do mundo precisa ser de Cristo e não de uisurpadores.

    Vlw pelo comentário,

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. uma bela sugestão para a reforma:
    • Sola fide (somente a fé)
    • Sola scriptura (somente a Escritura)
    • Solus Christus (somente Cristo)
    • Sola gratia (somente a graça)
    • Soli Deo gloria (glória somente a Deus)

    NÃO CONHECE ?? PESQUISE, e não me venham com essa de que " JÁ FAZEMOS ISTO" por que NÃO FAZEM.

    28 de novembro de 2013 15:03

    ResponderExcluir

Comente. Debata. Discorde. Elogie. Concorde.
Desfrute deste espaço que é seu, amado leitor.
Apenas me conservarei no direito de não responder ANÔNIMOS e conseqüentemente deletar seus comentários.

Na paz do Eterno.

Pr. Maicon

Instagram

Siga!

Formulário de contato