Biblia Deus

Missões, Evangelismo e a Soberania de Deus

15:53Maicon Custódio




 por Kevin DeYoung

“Assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei”. (Isaías 55.11)

Não sabemos quando o propósito de Deus irá se cumprir. Nós nem sempre sabemos se o plano divino é de endurecer um coração ou amolecê-lo. Nós não sabemos qual é a consequência de nossas obras. Mas, pela Palavra, sabemos que nossas obras nunca são em vão. Nenhum sermão pregado, nenhum estudo bíblico, nenhum tempo de oração e leitura da Palavra com seus filhos, nenhum versículo da Escritura que você tenha decorado, nada disso é tempo desperdiçado.
Se houver tempo investido na Palavra, Deus promete que está trabalhando. De alguma forma Ele está trabalhando, pois o mesmo sol que derrete a neve solidifica o barro.
Por que missionários continuam trabalhando em alguns dos lugares mais difíceis do mundo obtendo sucesso tão limitado ou mesmo sem obter sucesso nenhum? Porque eles estão confiantes de que Deus terá, pelo menos, uma pessoa Dele de toda tribo, língua, raça e nação. Por isso eles continuam.
Certa vez, John Newton escreveu uma carta ao Reverendo Thomas Jones dizendo: “Se eu não fosse um calvinista, eu penso que não deveria ter mais esperança de sucesso pregando para homens do que para cavalos ou vacas”. Que não é muito diferente daquilo que Paulo diz sobre ter suportado tudo por causa dos eleitos. (2Timóteo 2.10)
Uma das objeções mais comuns à doutrina da eleição é que as pessoas não percebem o porquê de compartilhar as boas novas e trabalhar duro em prol do Evangelho se Deus já escolheu quem vai crer. Mas a lógica humana e a lógica bíblica vão em direções diferentes em alguns momentos. O mundo pergunta: “Por que falar, se Deus já escolheu?”. Mas a Bíblia nos conduz à uma outra questão: “Se Deus não escolheu alguns para crer, por que nos preocupar com a pregação?”. Paulo permaneceu em Corinto porque Deus lhe disse que Ele tinha muitas pessoas naquela cidade (Atos 18.10). Esta é precisamente a razão para continuar pregando – porque Deus escolheu alguns; porque Deus é soberano; porque Deus elegeu; porque alguns vão crer!
Mas... e se não crerem? Deus tem um plano para o nosso bem e isso também o glorifica! 
A soberania de Deus é combustível para a nossa fé. Não é um impedimento para nosso trabalho árduo e sacrifício, pelo contrário, é a nossa maior motivação!


Artigo Original no Gospel Coalition
Tradução: Maicon Custódio
 
 ____________________________________________________
Kevin DeYoung é o pastor principal da University Reformed Church, em East Lansing (Michigan). Obteve sua graduação pelo Hope College e seu mestrado em teologia pelo Gordon-Conwell Teological Seminary. É preletor em conferências teológicas e mantém um blog na página do ministério ­ The Gospel Coalition.

Você Poderá Gostar de:

0 comentários

Comente. Debata. Discorde. Elogie. Concorde.
Desfrute deste espaço que é seu, amado leitor.
Apenas me conservarei no direito de não responder ANÔNIMOS e conseqüentemente deletar seus comentários.

Na paz do Eterno.

Pr. Maicon

Instagram

Siga!

Formulário de contato